A GNR deteve 120 pessoas em operações de combate à criminalidade violenta e de fiscalização rodoviária realizadas em todo o país durante o fim de semana.

Em comunicado, a Guarda Nacional Republicana adianta que 64 pessoas foram detidas por condução sob o efeito de álcool, 21 por condução sem habilitação legal. Números a juntar a outros dados daquela força militar que revelam que este ano morreram mais pessoas nas estradas na quadra de Natal

Dezoito foram detidas por recetação de bens furtados, tráfico de estupefacientes e posse ilegal de armas, quatro por tráfico de droga, três por furto, uma por posse ilegal de armas e uma por posse de armas proibidas.

As 120 detenções foram feitas, no sábado e no domingo, nos distritos de Aveiro, Beja, Braga, Bragança, Castelo Branco, Coimbra, Évora, Faro, Guarda, Leiria, Lisboa, Madeira, Portalegre, Porto, Santarém, Setúbal, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu no âmbito das operações que visaram a prevenção e combate à criminalidade violenta e fiscalização rodoviária.

Durante o fim de semana, a GNR apreendeu também 28,8 doses de heroína, 8.132 doses de haxixe, 35 gramas de canábis, nove armas de fogo, cinco armas brancas, dois motociclos, 18.440 euros em numerário, 100 libras esterlinas e 100 francos suíços.

No trânsito, os militares da GNR fiscalizaram 8.513 condutores e detetaram 2.562 infrações, das quais 146 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei e 1.594 por excesso de velocidade, cita a Lusa.