Quatro homens, dois dos quais disfarçados com uniformes dos bombeiros, foram detidos em flagrante delito, em Oeiras, por suspeita dos crimes de roubo com sequestro e de tráfico de droga, anunciou hoje a PSP.

Em comunicado, o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP refere que os homens, com idades entre os 21 e os 34 anos, foram detidos na quinta-feira de manhã no Dafundo “em flagrante delito”.

A PSP conta que dois dos suspeitos, disfarçados com uniformes dos bombeiros, deslocaram-se a uma residência, simulando a existência de uma fuga de gás para que lhe abrissem a porta.
 

“Já no interior da residência, algemaram e agrediram a vítima com o intuito de obter o dinheiro que alegadamente se encontrava no interior”, refere a Polícia de Segurança Pública.


Um terceiro suspeito que colaborou com os outros dois homens também acabou por ser detido.

“Após serem realizadas diligências no local, foram apreendidas duas viaturas, várias reproduções de armas de fogo vulgarmente utilizadas para a prática de ‘airsoft’, que se encontravam nas viaturas utilizadas, bem como uma arma elétrica atordoante, disfarçada em formato de lanterna”, adianta a PSP.

Foram também realizadas buscas domiciliárias nas residências dos suspeitos, onde foram apreendidas mais “duas armas elétricas atordoantes, disfarçadas em forma de lanterna”, uma carabina e várias reproduções de armas de fogo automáticas, utilizadas para a prática de ‘airsoft’.

“Aquando da prestação de socorro à vítima, no interior da residência, verificou-se a existência de várias quantidades de produto estupefaciente, motivo pelo qual foi realizada uma busca domiciliária da qual resultou a apreensão de 225 doses de liamba, bem como diverso material destinado à produção, acondicionamento e pesagem do produto, acabando também este por ser detido”, adianta a PSP.

Sobre os quatro detidos já recaíam indícios consistentes da prática do crime de roubo com sequestro e suspeita da prática do crime de tráfico de estupefaciente.

Os homens foram presentes ao Tribunal de Cascais, para 1.º interrogatório judicial, tendo sido aplicada a medida de coação de apresentações semanais aos três suspeitos do crime de roubo com sequestro e apresentações bissemanais ao suspeito do crime de tráfico de estupefaciente.