A Polícia Judiciária deteve um homem que era procurado há cerca de 20 anos por suspeita de homicídio qualificado e uso de arma proibida, crimes cometidos em Cabeço de Vide, no distrito de Portalegre.

Fonte policial explicou à agência Lusa que, após os crimes, o suspeito fugiu e, durante as últimas duas décadas, passou temporadas em Espanha, onde teria contactos, e ultimamente estava no norte do país, onde foi detido na quinta-feira pela PJ, em Vila Nova de Cerveira.

Ao longo dos anos, segundo a mesma fonte, o suspeito, atualmente com 47 anos, «assumiu outra identidade», depois de ter obtido um documento de identificação falso, que exibiu à polícia na altura de detenção.

Os crimes ocorreram em novembro de 1995, em Cabeço de Vide, no concelho de Fronteira, mas, por nunca ter sido encontrado, nem a polícia, que investigou o homicídio, nem a justiça tiveram contacto com o homem.

O presumível autor dos crimes, «sem ocupação profissional definida», foi «apanhado» na quinta-feira ao abrigo de um mandado de detenção que se encontrava em vigor, explicou a fonte.

O homem, detido pelo Departamento de Investigação Criminal de Leiria da PJ, vai ser presente ao Tribunal de Portalegre para interrogatório e aplicação de eventuais medidas de coação, noticia a Lusa.