A GNR anunciou hoje a detenção de um casal em São Bartolomeu de Messines, concelho de Silves, após buscas domiciliárias que revelaram que tinha na sua posse várias armas, uma produção de canábis e uma destilaria.

Entre as 16 armas brancas e de fogo apreendidas, destaca-se uma espingarda semiautomática HK, que, segundo as autoridades só é utilizada por alguns exércitos europeus, e uma carabina de grosso calibre com mira telescópica, disse à Lusa fonte do Comando Territorial da GNR de Faro.

As autoridades apreenderam ainda munições, “incluindo calibre de guerra”, 52 plantas de canábis, 1.896 gramas de folhas secas de canábis, 42 gramas de sementes de canábis, um alambique, 62 garrafas de álcool de medronho, 28 painéis solares que eram utilizados para manter a estufa de produção, várias embalagens de fertilizante e 410 euros em moeda do Banco Central Europeu.

As buscas à residência do casal, com 51 e 52 anos, localizada em área isolada da freguesia de São Bartolomeu de Messines, concelho de Silves, resultaram de uma investigação que as autoridades já tinham em curso há vários meses por suspeita dos crimes de tráfico de estupefacientes e de armas proibidas, explicou a fonte da GNR de Faro.

A operação desencadeada pelo Núcleo de Investigação Criminal da GNR de Silves contou com a colaboração de militares do Grupo de Intervenção e Operações Especiais da Unidade de Intervenção da GNR, do destacamento de intervenção da GNR de Faro e do destacamento de ação fiscal de Faro.