A GNR anunciou esta terça-feira a detenção de 11 pessoas e a apreensão de droga, armas e viaturas, no âmbito de uma operação de combate ao tráfico de droga no distrito de Setúbal.

A operação, que decorreu de uma investigação da GNR em curso há oito meses, levou ao cumprimento de 12 buscas domiciliárias, uma busca em estabelecimento comercial e uma a um cacifo numa unidade fabril.

«Foram detidos 11 suspeitos, com idades compreendidas entre os 19 e os 50 anos. Nove no âmbito do inquérito e dois por posse de armas ilegais e posse de haxixe», refere a GNR em comunicado.

A operação, que contou com a colaboração da PSP, decorreu no Vale da Amoreira, Moita, Baixa da Banheira, Barreiro e Quinta do Conde.

Foram apreendidas 2.240 doses de heroína, 4.979 doses de cocaína, 360 doses de haxixe, material de corte, 4.800 euros em dinheiro, vários telemóveis, computadores portáteis e balanças de precisão, uma máquina fotográfica e diverso material de preparação de estupefacientes.

A GNR apreendeu também sete viaturas e três armas de fogo, uma das quais uma pistola das forças de segurança que tinha sido furtada no interior de uma residência de um elemento da PSP.

Na ação estiveram envolvidos cerca de um centena de militares da GNR, que contou também com a colaboração da Unidade de Intervenção e da PSP.

«Pela sua dimensão e pela forma com está organizada esta rede criminosa, considera-se que esta megaoperação foi um duro golpe no tráfico de droga a norte do distrito de Setúbal», acrescenta o documento.

Os detidos vão ser presentes no Tribunal da Moita, hoje às 15:00, para primeiro interrogatório judicial e aplicação de medidas de coação.