A Polícia Judiciária anunciou esta segunda-feira que deteve em flagrante um homem de 30 anos, em Pombal, suspeito da prática do crime de pornografia de menores.

Uma fonte da PJ disse à agência Lusa que foram apreendidos ao arguido, solteiro, "centenas de ficheiros pornográficos" na sua posse, não havendo por enquanto provas de que os tenha partilhado com outras pessoas, o que "seria mais grave" em termos criminais.

A detenção ocorreu na quinta-feira, naquela cidade do distrito de Leiria, no âmbito de uma investigação encetada, em 2015, na sequência de alertas de "organizações internacionais que procedem à vigilância de pedófilos na internet", acrescentou.

"A PJ detetou, nos sistemas informáticos utilizados pelo suspeito, fotografias e vídeos de cariz sexual, envolvendo menores, que obteve através de descargas de ficheiros da internet", segundo uma nota divulgada pela Diretoria do Centro daquela polícia.

O detido foi depois libertado, após prestação de termo de identidade e residência, "aguardando a notificação da autoridade judiciária competente para os subsequentes atos processuais", os quais, de acordo com a mesma fonte policial, deverão conduzir à realização de julgamento sumário.