A Polícia Judiciária (PJ) de Aveiro anunciou esta quarta-feira a detenção, em Anadia, de um homem, de 30 anos, pela presumível prática do crime de pornografia de menores através da rede social Facebook.

De acordo com um comunicado da PJ citado pela Lusa, o arguido aliciava os jovens a filmarem-se ou a fotografarem-se em atos sexuais explícitos e a enviar-lhe esses ficheiros multimédia através de plataformas de comunicação na Internet, recorrendo por vezes ao uso de perfis fictícios criados na rede social Facebook.

"A investigação surgiu na sequência de denúncia de aliciamento de um menor através deste ‘modus operandi', sendo que na sequência de diligências investigatórias foram colhidos elementos que apontam para a existência de outras vítimas", refere o comunicado.

Durante uma busca domiciliária realizada à casa do suspeito, as autoridades apreenderam um computador contendo centenas de ficheiros de pornografia de menores.

O arguido foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo ficado em prisão domiciliária, com pulseira eletrónica.

O suspeito ficou ainda proibido de contactar as potenciais vítimas e de aceder à Internet.