Há cada vez mais crianças com doenças mentais. Só no ano passado mais de 20 mil crianças foram atendidas por especialistas. A depressão motivou um quarto destas consultas. Os dados são avançados pelo semanário «Expresso». De acordo com a mesma notícia, o Ministério da Saúde já admitiu a necessidade de aumentar camas para internamento.

Em 2013, 19 214 crianças foram, pela primeira vez, a uma consulta de pedopsiquiatria, o que face a números de 2011 representa um aumento de 30%.

Um quarto dos problemas estão relacionados com depressões, lê-se na mesma notícia. De acordo com os especialistas as alterações sociais com mais divórcios, menos famílias alargadas, o crescimento do número de mulheres no mercado de trabalho, a proliferação de creches, mais competitividade e até os videojogos, explicam esta subida em Portugal.

Dois sinais de alerta são a «insónia» e a «perda de apetite». O final do ano letivo é muitas vezes uma altura mais sensível para os mais novos.