O Ministério da Defesa anunciou esta quarta-feira que vai enviar para a Lituânia e para a Roménia 140 militares do Exército e quatro aviões F-16 para participarem em missões de policiamento da NATO nos países Bálticos.

Fonte oficial do ministério disse à Lusa que o esquadrão de reconhecimento, composto por 140 militares do Exército, vai operar a partir da Lituânia, por um período de quatro meses, de abril a julho.

As quatro aeronaves F-16, com um número de militares da Força Aérea ainda não definido, vão estacionar na Roménia, país vizinho da Ucrânia, por um período de dois meses, maio e junho.

A fonte não apontou as datas de partida dos militares.

A NATO (Organização do Tratado do Atlântico Norte, NATO, na sigla em inglês) decidiu no início deste mês instalar centros de comando e controlo na Letónia, Estónia, Lituânia, Polónia, Roménia e Bulgária.