Duas obras icónicas criadas por Andy Warhol nos anos 1960, uma delas com a figura de Elvis Presley, vão ser leiloadas a 17 de maio, pela Christie’s, em Nova Iorque, com uma estimativa global de 50 milhões de euros.

"Double Elvis" (1963) e "Most Wanted Men, No. 11, John Joseph H" (1964) são as duas obras que irão nesse dia a leilão, com uma estimativa de 30 milhões de dólares cada uma (cerca de 25 milhões de euros), de acordo com um comunicado divulgado hoje pela leiloeira internacional.

No início dos anos 1960, Andy Warhol (1928—1987) usou celebridades como Marilyn Monroe, Jacqueline Kennedy e Elizabeth Taylor como temas artísticos, criando vários retratos de corpo inteiro de Elvis Presley, na altura, a mais famosa estrela do rock e 'sex-simbol' da América nos anos 1950.

O quadro de Elvis e o controverso "Most Wanted Men", da série que mostrava criminosos fotografados pelas autoridades, serão as estrelas de um Leilão de Arte do Pós-guerra e Contemporânea que a leiloeira vai realizar, recordando a obssessão do artista - conhecido como o precursor da 'pop art' - por todo o tipo de ícones norte-americanos.

A série "The Most Wanted Men" foi originalmente concebida como um mural monumental para celebrar, em 1964, a Feira Mundial de Nova Iorque, para a qual foi convidado a criar uma instalação.

No entanto, o tema da feira era sobre a paz e o lugar do homem num mundo em mudança, e a organização não gostou da obra criada por Warhol, tendo mandado pintá-la antes da abertura, destruindo o trabalho do criador, num episódio muito controverso, que gerou escândalo.

Mais tarde, Andy Warhol criou uma série de 13 quadros de grandes dimensões, do qual faz parte este, que irá agora a leilão.