O Comando Metropolitano de Lisboa da PSP anunciou esta sexta-feira que deteve na quinta-feira 10 homens, com idades entre os 25 e os 33 anos, no âmbito de uma operação de combate à criminalidade violenta.

Segundo um comunicado divulgado hoje, as detenções ocorreram em vários concelhos da área metropolitana de Lisboa e foi o culminar de um processo-crime que decorria há cerca de oito meses, em que se investigava crimes de tráfico de estupefacientes, roubo, recetação, ofensas à integridade física, detenção de arma proibida, extorsão e ameaça.

Na operação, coordenada pela Unidade Especial de Combate ao Crimes Especialmente Violento, foram ainda feitas 32 buscas, das quais 24 foram domiciliárias, e cumpridos oito mandados de detenção fora de flagrante delito.

Das buscas resultaram a apreensão de dois revólveres, uma arma de alarme, um bastão extensível, 544 gramas de produto suspeito de ser cocaína, suficiente para 5.440 doses, cerca de 700 munições e 4.550 euros em moeda falsa.

Vários artigos em ouro, quatro mil euros, sete computadores e diversos artigos eletrónicos foram também apreendidos.

Para as buscas, que ocorreram nos concelhos de Lisboa, Sintra, Setúbal, Seixal, Amadora, Oeiras, Moita e Santiago do Cacém, foram empenhados cerca de 140 polícias.

Segundo a PSP, a operação visou «um dos grupos mais ativos na noite lisboeta, sobretudo em crimes praticados no interior ou junto dos estabelecimentos de diversão noturna da cidade».

Os 10 detidos serão presentes a Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa no sábado.