A GNR deteve 245 pessoas durante as operações de combate à criminalidade violenta e de fiscalização rodoviária realizadas durante o fim de semana em 12 distritos do país.

Segundo a GNR, 189 pessoas foram detidas por condução sob o efeito de álcool, 14 por condução sem habilitação legal, 12 por tráfico de estupefacientes, seis por furto, três por ofensas à integridade física e uma por posse ilegal de armas.

Destes 189 detidos com álcool no sangue, 115 foram no domingo, no âmbito da operação «Baco», que fiscaliza do consumo de bebidas alcoólicas por parte dos automobilistas. 

Durante a operação «Baco», a GNR testou 3.936 condutores, dos quais 338 circulavam com uma taxa de álcool no sangue (TAS) superior ao permitido por lei.

As 245 detenções foram feitas, no sábado e no domingo, no decorrer de um conjunto de operações que visaram a prevenção e combate à criminalidade violenta e fiscalização rodoviária realizadas nos distritos de Aveiro, Beja, Braga, Coimbra, Évora, Faro, Leiria, Lisboa, Porto, Santarém, Vila Real e Viseu, afirma a GNR, num comunicado de balanço da atividade operacional do fim de semana.

Os militares da GNR apreendeu também 2.350 doses de cocaína, 647,75 doses de haxixe, 825 gramas de pólen de haxixe, 46,95 gramas de canábis, 3,35 gramas de MDMA, 3,30 mililitros de LSD líquido, um veículo ligeiro, duas armas de fogo, duas armas brancas e 23 munições de diversos calibres.

Durante o fim de semana, a GNR elaborou 240 autos de notícia por detenção em flagrante delito e 1.991 autos de contraordenação.

No âmbito do trânsito, a GNR fiscalizou 9.170 condutores e detetou 1.984 infrações, sendo a maioria por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei (548 casos) e excesso de velocidade (572), noticia a Lusa.