A Guarda Nacional Republicana (GNR) deteve durante o fim de semana 102 pessoas, na sua maioria por delitos relacionados com a condução, segundo o balanço operacional divulgado por aquela força policial.

Das 102 detenções em «flagrante delito», 68 foram por condução sob o efeito de álcool, 13 por condução sem habilitação legal, três por dano e 18 por outros crimes, adianta a GNR em comunicado.

As operações da GNR, que visaram a prevenção e combate à criminalidade violenta, fiscalização rodoviária, entre outras infrações, decorreram nos Açores, Aveiro, Beja, Braga, Bragança, Castelo Branco, Coimbra, Évora, Faro, Guarda, Leiria, Lisboa, Madeira, Porto, Portalegre, Santarém, Setúbal, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu.

Nas operações foram fiscalizados 4.719 condutores e detetadas 1.756 infrações, destacando-se 178 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei, 689 por excesso de velocidade, nove relativas à carga e 11 relacionadas com tacógrafos.