Um homem de 49 anos foi condenado a nove anos de prisão por abusos sexuais de três crianças num colégio privado na Amadora.

O caso remonta ao verão de 2015 e a sentença foi lida esta manhã no tribunal de Sintra.

O homem, marido da diretora do colégio "A escola da Paula”, foi condenado pelos crimes de abusos sexuais agravados em relação a três meninas, de 5 e 6 anos na altura.

Como já esteve um ano em prisão preventiva, a pena será reduzida nesse tempo.

A investigação começou quando um pai apresentou queixa na PSP da Venda Nova e o caso foi revelado pela TVI no final de julho.

Logo nessa altura, muitos pais decidiram retirar os filhos do colégio. Uma semana depois, a escola convocou os pais para uma reunião, onde a diretora garantiu a inocência do marido e refutou todas as acusações das crianças. 

Os menores foram prestar declarações à Polícia Judiciária, que acabou por deter o suspeito. O homem cessou funções na escola e terá apresentado ainda uma queixa-crime contra os pais das crianças, acusando-os de difamação.