A GNR anunciou esta terça-feira que vai intensificar, na quarta-feira, em todo o país, a fiscalização ao uso do cinto de segurança, das cadeirinhas para crianças e utilização do telemóvel durante a condução.

Segundo a Guarda Nacional Republicana, para a operação, denominada “Anjo da Guarda”, vão estar mobilizados militares dos comandos territoriais e da Unidade Nacional de Trânsito.

As ações de fiscalização vão estar direcionadas para as vias situadas no interior das localidades, estradas nacionais, regionais e municipais onde estas infrações são mais frequentes, refere a GNR, em comunicado.

A GNR registou este ano 22.864 infrações por uso do telemóvel durante a condução, 24.664 por incorreta ou não utilização do cinto de segurança e 1.764 relacionados com as cadeirinhas para crianças.

Perante estes números, a GNR sublinha que vai realizar este ano diversas “operações de cariz preventivo, com o objetivo de alertar os condutores para os riscos associados a estas infrações, principalmente da incorreta ou não utilização do cinto de segurança ou cadeirinha para crianças, que estão associadas às principais causas de agravamento das lesões provocadas em caso de acidente”.