A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) emitiu, esta quinta-feira, um aviso à população na sequência das previsões do agravamento do estado de tempo até sexta-feira, com chuva e vento forte.

Em comunicado, a ANPC sublinha que o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê-se para hoje e sexta-feira a manutenção das condições de instabilidade.

Segundo a ANPC, o IPMA prevê precipitação localmente intensa, em particular nas regiões do centro e sul, e vento fraco a moderado, acompanhado de rajadas, sem excluir a possibilidade de ocorrência de fenómenos extremos de vento.

A Proteção Civil refere que o agravamento do estado do tempo pode provocar, entre outros efeitos, «dificuldades de escoamento dos sistemas de drenagem urbanos, nomeadamente durante os períodos de praia-mar, podendo haver inundações em locais historicamente mais vulneráveis».

Além disso, há a «possibilidade de cheias rápidas em meio urbano e de acumulação de águas pluviais por insuficiências dos sistemas de drenagem».

A ANPC salienta que o impacto destes efeitos «pode ser minimizado através da adoção de comportamentos adequados» e recomenda à população das zonas mais vulneráveis que tome medidas, como desobstruir sistemas de escoamento de águas, fixar estruturas soltas e ter uma condução cautelosa, não atravessando zonas inundadas e tendo especial atenção em áreas arborizadas.