O Presidente da República revelou hoje que já falou com o presidente da Câmara de Carregal do Sal, a quem pediu para apresentar o seu pesar pela morte do bombeiro da corporação daquela localidade.

«Já hoje tive oportunidade de falar com o presidente da câmara de Carregal do Sal para apresentar o meu pesar aos familiares e à corporação de bombeiros», afirmou o chefe de Estado, numa breve declaração aos jornalistas à saída da cerimónia de entrega do Prémio Champalimaud de Visão 2013.

Bernardo Cardoso, de 19 anos, da corporação de Carregal do Sal, morreu ao início da noite de terça-feira no Hospital da Prelada, no Porto, onde estava internado desde quinta-feira da semana passada (29 de agosto), depois de ter ficado ferido num incêndio na Serra do Caramulo.

Com a morte deste jovem, sobe para seis o número de bombeiros que morreram este ano no combate aos incêndios florestais.