A GNR de Castelo Branco anunciou hoje que deteve numa semana 19 pessoas e apreendeu estupefacientes suficientes «para mais de um milhão de doses diárias» no âmbito da operação «Psicadélica», que decorre no concelho de Idanha-a-Nova.

Segundo a GNR, as detenções de pessoas de várias nacionalidades e a identificação de outras 55 ocorreram entre 31 de julho e quarta-feira, no âmbito do Boom Festival. A operação «Psicadélica», que decorre até ao dia 11 de agosto, tem como objetivo garantir a segurança nos acessos e no recinto do evento, adianta aquela força em comunicado.

Em declarações à agência Lusa, o major Santos Alves defendeu que é necessário entender que «existem drogas em todos os festivais» e que «não se deve marcar negativamente o Boom Festival» pela presença de estupefacientes.

«Se calhar há mais droga noutros festivais do que no Boom», admitiu o responsável, explicando que as apreensões efetuadas pela GNR dizem respeito a todo o concelho, onde a fiscalização tem sido extremamente apertada.

No interior do recinto do Boom Festival «foram detidas duas cidadãs estrangeiras que tinham em sua posse 114 selos de LSD, oito cachimbos e 3.000 euros em dinheiro» e foram ainda apreendidas três armas brancas.