O Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis) da PSP deteve duas mulheres que se faziam passar por funcionárias da EDP, para furtarem dinheiro e ouro a idosos residentes nos concelhos de Cascais e Oeiras.

“As detidas selecionavam criteriosamente as suas vítimas, de preferência idosas e com capacidades motoras fragilizadas e, através de cartões de identificação falsos da companhia EDP, alegavam que tinham necessidade de aceder ao interior das residências para verificar o estado da instalação elétrica. Uma vez no interior, provocavam uma distração às vítimas e aproveitavam para furtar valores monetários ou artigos em ouro”, explica o Cometlis, em comunicado.


As duas mulheres, de 28 e 35 anos, indiciadas por vários crimes, entre os quais burla qualificada e furto, ficaram sujeitas à medida de coação de prisão preventiva, depois de presentes a primeiro interrogatório judicial.

A detenção ocorreu na segunda-feira, na sequência do cumprimento de cinco mandados de busca e apreensão, executados por elementos da Divisão Policial de Oeiras, a que se seguiram reconhecimentos pessoais, de acordo com a Lusa.

A investigação culminou com a apreensão de diverso material que pertencia às vítimas, de um cartão identificativo da EDP – Energias de Portugal, bem como de vários panfletos publicitários alusivos a esta empresa do setor energético.