A polícia angolana já identificou dois suspeitos do homicídio de um casal português, em abril, em Luanda, disse esta segunda-feira fonte policial à agência Lusa.

Sem adiantar mais pormenores, por o caso estar em investigação, a fonte explicou que a polícia já está no encalço de duas pessoas suspeitas da morte do casal português, assassinado numa via rápida da capital angolana.

O crime ocorreu quando o casal seguia na sua viatura, na estrada Luanda-Viana, com o filho. Foram surpreendidos por homens encapuzados que atiraram contra o casal. Os disparos foram feitos à queima roupa e os criminosos terão fugido do local sem se aperceberam da presença da criança, no interior da viatura.

O filho saiu ileso, o pai morreu no local e a mãe acabou por falecer numa unidade hospitalar da cidade, onde foi socorrida.

Durante a ação nada foi roubado, pelo que a polícia suspeita de um ajuste de contas.

O homem era português, enquanto a mulher era luso-angolana. O casal será proprietário de uma empresa ligada ao sector de eletricidade.