O funeral de Bernardo Cardoso realizou-se esta quarta-feira de tarde, em Carregal do Sal. O jovem de 19 anos não resistiu aos ferimentos depois de ter sido apanhado pelo fogo na Serra do Caramulo. É a sexta vítima mortal dos incêndios deste ano.

Bandeiras a meia-haste, o quartel de Carregal do Sal, em Viseu, volta a lamentar a morte de outro bombeiro da corporação.

A missa realizou-se às 18:30, no quartel, local de onde Bernardo Cardoso saiu, muitas vezes, para combater os fogos.

O ministro da administração interna, Miguel Macedo, esteve presente nas cerimónias fúnebres, assim como centenas de populares.

Bernardo Cardoso tinha 19 anos. Esteve internado cinco dias, no hospital da Prelada, no Porto. O jovem não resistiu às queimaduras graves em 55 por cento do corpo.

O bombeiro foi surpreendido pelo fogo e por uma mudança de vento repentina.

Ficou ferido no incêndio na Serra do Caramulo, em Tondela.

Carregal do Sal tem outro bombeiro ferido, internado no hospital de Santa Maria, em Lisboa. O desejo da comunidade é que o bombeiro recupere e outra notícia triste não volte a assombrar o quartel.