A missão de meios aéreos franceses e croatas, na ajuda ao combate aos incêndios florestais em Portugal, terminou na terça-feira, disse hoje à agência Lusa fonte da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

Segundo a mesma fonte, os três aviões Canadair franceses e dois croatas deixaram hoje a base área de Monte Real.

No âmbito do acordo bilateral que Portugal acionou com França, dois Canadair franceses estavam a atuar no combate aos incêndios florestais desde 22 de agosto, tendo sido a missão reforçada com um outro aparelho no passado sábado.

Os dois aviões Canadair croatas estavam a atuar no país desde sábado, em resposta a um pedido de ajuda das autoridades portuguesas, lançado ao Mecanismo Europeu de Proteção Civil.

Os meios aéreos franceses e croatas estavam em Portugal devido à vaga de incêndios que tem assolado o país desde agosto, e que já causaram a morte a seis bombeiros.

O último relatório provisório sobre os incêndios florestais indica que o mês de agosto registou valores superiores às médias dos últimos dez anos, quer no número de ocorrências, quer da correspondente área ardida mensal.

Em agosto registaram-se 7.283 ocorrências de fogo, cerca de 52 por cento do total, que resultaram em 72.284 hectares ardidos, aproximadamente 77 por cento da área consumida pelas chamas até à data.

Os incêndios florestais consumiram, até ao final de agosto, uma área de 94.155 hectares, mais 25% do que em igual período de 2012, segundo o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas.

O mesmo documento adiante ainda que, entre 01 de janeiro e 31 de agosto, foram registadas 14.143 ocorrências de fogo, menos 1.690 do que no mesmo período de 2012.