A Câmara Municipal da Horta decidiu hoje intensificar as ações de limpeza na rede pública de abastecimento de água e proceder a um corte temporário no fornecimento devido à presença de uma bactéria.

O município açoriano lançou um aviso público a dar conta de que as contra-análises feitas na sequência do alerta feito na passada semana pela delegada de Saúde da Horta continuam a indicar que a água «está imprópria para consumo».

«Tendo em vista aprofundar as causas de incumprimento detetadas no abastecimento àquelas populações, será realizada uma intervenção em vários pontos da rede, que implicará a interrupção temporária do abastecimento da água», adianta a autarquia, em comunicado.

O abastecimento de água será, por isso, interrompido entre as 22:00 de quinta-feira, dia 10 de outubro, e a as 7:00 de sexta-feira, dia 11, e irá afetar a freguesia dos Flamengos e a zona alta da cidade.

Em causa está a presença de uma bactéria detetada nas análises da água num dos reservatórios que abastece a cidade da Horta, na ilha do Faial, e que levou a autoridade de Saúde a decretar que a água da rede pública estava imprópria para consumo.

Mantêm-se, por isso, as recomendações para que os habitantes das freguesias da Matriz e da Conceição fervam a água «durante 20 minutos», contados a partir do «ponto de ebulição», antes de ingerirem a água da rede pública ou, em alternativa, que comprem água engarrafada.