O Instituto Português do Mar e da Atmosfera prevê para hoje para o continente céu pouco nublado ou limpo, aumentando temporariamente de nebulosidade nas regiões do interior durante a tarde, com possibilidade de ocorrência de aguaceiros e trovoada.

O vento soprará fraco, soprando temporariamente moderado de nordeste nas terras altas do Norte e Centro até ao inícioda manhã e de noroeste na faixa costeira ocidental a sul do Cabo Carvoeiro durante a tarde.

Prevê-se ainda neblina ou nevoeiro matinal em alguns locais do litoral das regiões norte e centro e uma subida da temperatura máxima, mais significativa no litoral.

As temperaturas máximas previstas para hoje são de 37 graus Celsius em Faro e Lisboa e 28 no Porto.

Vinte concelhos dos distritos de Bragança, Guarda, Castelo Branco, Portalegre, Santarém e Faro apresentam hoje risco ‘máximo’ de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com a informação disponível no ‘site’ do IPMA, estão com risco ‘máximo’ de incêndio os concelhos de Miranda do Douro, Mogadouro, Torre de Moncorvo, Freixo de Espada à Cinta e Alfândega da Fé no distrito de Bragança.

O concelho do Sabugal, no distrito da Guarda, está com o mesmo aviso, assim como Pampilhosa da Serra, no distrito de Coimbra, e Mação, em Santarém.

No distrito de Castelo Branco, estão em risco ‘máximo’ de incêndio os concelhos de Pampilhosa da Serra, Proença-a-Nova, Oleiros, Vila Velha de Ródão, Vila de Rei, adianta o IPMA.

Estão ainda sob o mesmo alerta os concelhos de Nisa, Gavião, Marvão, no distrito de Portalegre, e Alcoutim, Castro Marim, Tavira e São Brás de Alportel, no distrito de Faro.

O IPMA colocou também em risco ‘muito elevado’ de incêndio vários concelhos dos distritos de Faro, Beja, Santarém, Castelo Branco, Guarda, Bragança e Vila Real.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, que podem variar entre ‘reduzido’ e ‘máximo’.