As temperaturas serão elevadas durante o fim-de-semana em todo o país, mas a tendência será de descida na semana que antecede o começo do verão, afirmou à Lusa Paula Leitão, do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com esta fonte, no sábado e no domingo as temperaturas mantém-se altas, a variar entre os 29 graus (Guarda) e os 39 graus (Évora) de máxima no continente, enquanto nas ilhas variarão entre os 22 graus (Santa Cruz) e os 28 graus (Funchal).

No entanto, o IPMA prevê «uma situação de instabilidade a partir de terça-feira», com ocorrência de aguaceiros em todo o território.

Neste sábado «prevê-se até em alguns locais uma pequena subida da temperatura. E o céu vai estar geralmente pouco nublado. Em alguns locais do interior vai aumentar a nebulosidade e podem ocorrer alguns aguaceiros pouco frequentes».

«No domingo o céu mantém-se limpo, as temperaturas mantêm-se altas, mas já se prevê uma descida da temperatura em muitos locais. Na segunda-feira mantém-se a tendência para descida da temperatura com céu geralmente limpo», afirmou a meteorologista.

Segundo Paula Leitão, estas oscilações de temperatura são normais para a época, de transição da primavera para o verão.

De acordo com a previsão descritiva na página oficial do IPMA, para sábado e domingo está ativado o alerta amarelo para a Madeira e, no território continental, para os distritos de Leiria, Lisboa, Setúbal, Évora e Beja.

A previsão indica ainda um índice de raios ultravioleta muito alto em todo o território.

«Nós estamos no solstício, com o céu limpo, temos os raios ultravioleta no máximo. Independentemente da temperatura elevada, só pela época do ano, com os dias mais longos, a situação é do máximo cuidado», alertou.

Num alerta emitido na quinta-feira, a Direção-Geral de Saúde deixa várias recomendações à população, entre elas a ingestão de líquidos, o uso de protetor solar e que se evite a exposição direta ao sol entre as 11:00 e as 17:00.