A Capitania do Porto da Póvoa de Varzim hasteou esta terça-feira a bandeira verde, depois de na segunda-feira ter dado à costa um cachalote morto e ter desaconselhado a ida a banhos.

O comandante da Capitania, capitão-de-fragata Humberto Rocha, referiu que a situação está «normalizada», tendo já sido retirada a bandeira vermelha.

Desta forma, avançou, os banhistas podem ir à água sem preocupações.

A Capitania, disse ainda, aguarda os resultados das análises efetuados na segunda-feira à qualidade da água balnear.

Na segunda-feira, a Câmara da Póvoa de Varzim e a Capitania desaconselharam os banhos de mar nas praias localizadas na frente urbana da cidade, depois de um cachalote de três metros ter dado à costa, domingo, em avançado estado de decomposição.

As autoridades locais optaram por «desaconselhar» a prática de banhos nas praias que vão desde o Porto de Pesca local e o Alto Martim Vaz, como «medida cautelar na prevenção contra possível contaminação microbiológica», explicou a Câmara Municipal.

A medida visou a prática de uma «boa saúde pública» que advém das «normas exigentes decorrentes do programa Bandeira Azul», como reporta a Lusa.