O Instituto da Segurança Social alertou esta sexta-feira para burlas envolvendo o nome da instituição e avisou que não atribui prémios ou gratificações nem cobra dívidas porta-a-porta, pelo que em situações idênticas a polícia deve ser avisada.

Em comunicado, o Instituto pede à população para que sempre que seja abordada por pessoas em nome da Segurança Social, a pedir dinheiro ou cobrar dívidas, contacte de imediato as forças policiais.

O aviso surge depois de notícias de cidadãos alvo de fraudes e burlas por parte de pessoas que se fazem passar por funcionários da Segurança Social, sendo as vítimas normalmente pessoas idosas e em zonas isoladas que são contactadas nas suas casas.

Há casos, explica-se no comunicado, em que os supostos funcionários falam de prémios e induzem as pessoas a mostrar o dinheiro que têm. E há outros em que são referidos valores de pensões pagos por engano, que é preciso devolver.

O Instituto dá ainda com exemplo casos de indivíduos que dizem ser fiscais ou inspetores da Segurança Social e que vão cobrar multas, levando as vítimas a mostrar o dinheiro que têm em casa ou a fazer levantamentos no multibanco para pagar a suposta dívida.

“Em qualquer uma das situações enunciadas, o objetivo principal é no imediato a obtenção de valores, dinheiro ou outros, ou ficarem a saber se as pessoas dispõem de dinheiro nas suas casas”, alerta o Instituto, de acordo com a Lusa.