O Tribunal Judicial de Braga condenou, esta quinta-feira, a 21 anos de prisão um jovem acusado de matar a ex-namorada e de esconder o cadáver no forno de uma serração desativada, em outubro de 2013.

O arguido, de 21 anos, foi condenado pelos crimes de homicídio qualificado e profanação de cadáver.

O corpo só seria encontrado três meses depois do crime, atado de pés e mãos, no forno de uma antiga fábrica situada a 800 metros da casa do arguido, em Santa Lucrécia de Algeriz, Braga.