O incêndio que deflagrou esta terça-feira numa fábrica de cordões para calçado em Varziela, Felgueiras, consumiu parte da área de produção e deixou a unidade "inoperacional", disse à Lusa fonte dos bombeiros.

Durante várias horas, os bombeiros combateram as chamas que consumiram materiais altamente inflamáveis, como tintas e vernizes, que produziram uma densa nuvem de fumo negro avistado a longas distâncias.

O segundo comandante Hugo Ribeiro explicou que os trabalhos de rescaldo, iniciados cerca das 18:00, deverão prolongar-se por três a quatro horas.

Ainda há muitos materiais inflamáveis a arder e temos de ter algum cuidado para não haver reacendimento", referiu.

O incêndio na fábrica Sacor deflagrou pelas 13:30, envolvendo no combate dez veículos e 24 operacionais das corporações de Felgueiras, Lixa e Freamunde, apoiados por elementos GNR.

As chamas não provocaram ferimentos.