Bombeiros chocados com morte de colega

Dois bombeiros já tiveram alta, um está gravemente ferido

Por: Redação / João Bizarro    |   16 de Setembro de 2012 às 18:52
Os Bombeiros Voluntários de Coja estão chocados com a morte da colega Patrícia Abreu, de 25 anos, este sábado, durante o combate ao fogo em Arganil.

A jovem seguia no carro da frente quando o fumo e a mudança do vento empurraram o veículo para fora da estrada.

Os cinco bombeiros que iam juntos ainda fugiram a pé, mas a bombeira acabou por falecer.

Um outro bombeiro continua hospitalizado em estado grave. Os outros três já tiveram alta.

O segundo comandante operacional distrital de Coimbra informou entretanto que o funeral da bombeira que morreu se realiza na terça-feira, às 14:00.

Paulo Palrilha disse à agência Lusa que na segunda-feira, ao início da tarde e após a realização da autópsia, o corpo de Patrícia Abreu «vai estar em câmara ardente», no quartel dos Bombeiros Voluntários de Coja, corporação a que pertencia.
PUB
Partilhar
EM BAIXO: Bombeira morre em Arganil
Bombeira morre em Arganil

COMENTÁRIOS

PUB
Greve na TAP: Governo avança com requisição civil

Depois do braço de ferro com os sindicatos e de vários apelos, o Executivo anunciou em Conselho de Ministros que decreta a requisição civil para evitar a greve na TAP. Objetivo é minimizar o impacto da greve de quatro dias, entre o Natal e o Ano Novo, que foi convocada por 12 sindicatos para contestar o relançamento da privatização da companhia aérea. O anúncio foi feito pelo ministro da Economia, Pires de Lima, que justificou: é «uma situação excepcional»