Duas pesssoas morreram na Birmânia na sequência de atos de violência entre budistas e muçulmanos na cidade de Mandalay, no centro do país, informou hoje fonte policial.

«Há dois mortos», disse um polícia à AFP sob a condição de anonimato e sem avançar mais detalhes.

Na quarta-feira, a polícia disparou balas de borracha para dispersar centenas de pessoas, algumas armadas com paus e facas, que saíram para as ruas e atacaram uma casa de chá na sequência de uma acusação de violação, informaram as autoridades.