A seguir a tendência que se tem registado, em 2014 continuou a diminuir o número de crianças nascidas em Portugal, mas de acordo com os dados do Teste do Pezinho, no mês passado registou-se um aumento de 322 nascimentos, em relação ao mês homólogo de 2013.

No mês de novembro houve um aumento de crianças 322 nascidas e rastreadas: 6.683 bebés este ano e 6.361 em 2013.

Segundo a responsável da Unidade de Rastreio Neonatal, Metabolismo e Genética do Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge (INSA), Laura Vilarinho, entre janeiro a novembro deste ano foram rastreados 75.985 recém-nascidos. No mesmo período do ano passado tinham sido estudados 76.043 recém-nascidos, mais 58 crianças do que este ano, cita a Lusa.

O Teste do Pezinho é um indicador do número de crianças nascidas em Portugal, uma vez que se trata de uma amostra de sangue colhida no pé da criança entre o seu terceiro e sexto dia de vida, e destina-se a rastrear vinte e cinco doenças.