Um homem foi encontrado morto com indícios de crime, nesta segunda-feira, na via pública em Margonça, Cucujães, Oliveira de Azeméis, apurou a TVI24 junto de fonte da GNR.

Inicialmente, o CDOS disse à TVI24 que se tratava de um atropelamento rodoviário seguido de fuga, devido ao facto de a vítima estar próxima da estrada e apresentar ferimentos, mas as primeiras perícias da Guarda dão conta de um homem de cerca de 40/50 anos com vários golpes na cabeça, provavelmente feitos através de uma arma cortante, como por exemplo uma catana. Terá sido vítima de homicídio ou de ofensas graves à integridade física que viriam a resultar na sua morte.

A Polícia Judiciária está já a investigar o caso.

Ao que a TVI24 apurou, ainda, a vítima mortal tinha uma pulseira eletrónica, na sequência de uma condenação por violência doméstica, e residia nas imediações.

O alerta foi recebido cerca das 07:30.

O óbito da vítima foi verificado no local, disse fonte do INEM à TVI24. À chegada da emergência médica, o homem encontrava-se em paragem cardiorrespiratória, tendo sido efetuadas manobras de reanimação, sem sucesso.

O incidente ocorreu em Margonça, na vila de Cucujães, perto da antiga Estrada Nacional 1, junto ao IC2.

No local estiveram os Bombeiros de Oliveira de Azeméis, a GNR e a Polícia Judiciária.

Também uma Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER), de Santa Maria da Feira, foi acionada.