Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta quarta-feira o desmantelamento de um grupo de assaltantes a bancos com a detenção de dois homens que alegadamente roubaram 15 dependências bancárias no norte e no centro do país.

Em comunicado, a PJ refere que os dois homens, de nacionalidade estrangeira, foram detidos na terça-feira, na sequência de um assalto a uma dependência bancária da Caixa Geral de Depósitos (CGD) na zona de Viseu.

No âmbito desta detenção, a PJ apreendeu aos suspeitos mais de 7.000 euros em dinheiro, uma réplica de uma arma de fogo, bem como objetos utilizados nos roubos.

“Este grupo fazia do roubo modo de vida e apresentava uma grande mobilidade, sendo frequentes períodos de ausência no estrangeiro, nomeadamente em Espanha e Itália, onde também tinham residência”, acrescenta a PJ.


A polícia destaca que, aos detidos, de 35 e 54 anos de idade, sem ocupação laboral e com antecedentes criminais por crimes da mesma natureza cometidos no país de origem, foi possível imputar até ao momento “a prática de 15 roubos com armas de fogo, sobretudo a dependências da CGD”.

Os roubos em causa terão ocorrido “pelo menos desde fevereiro” e os homens serão agora presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

A dependência bancária da CGD de Abraveses, em Viseu, foi assaltada na terça-feira por dois homens que levaram o dinheiro que se encontrava em caixa, antes de se colocarem em fuga.

De acordo com o comandante da PSP de Viseu, Vítor Rodrigues, o assalto ocorreu perto das 10:30, sendo que os dois homens “estavam vestidos de negro, com um casaco com um capuz, e ameaçaram os funcionários com uma arma de fogo, que aqueles não souberam identificar".

Há cerca de dois meses, também a dependência bancária da CGD no vizinho concelho de Tondela foi assaltada por dois homens com idades na casa dos 40 anos.

Na ocasião, os dois homens entraram de cara destapada, ameaçaram os funcionários e fugiram com o dinheiro em caixa dois minutos depois: primeiro a pé, para depois seguirem de carro.