A GNR está a investigar o assalto a uma ourivesaria situada no centro da cidade de Pinhel, que ocorreu este sábado de madrugada.

Fonte do Comando Territorial da GNR da Guarda, citada pela Lusa, refere que o alerta para o assalto foi dado para o posto de Pinhel pelas 04:15 e uma testemunha informou as autoridades que «viu fugir, a pé, três indivíduos encapuzados e vestidos de preto».

Os suspeitos arrombaram a porta do estabelecimento comercial para terem acesso ao interior e terão furtado «essencialmente artigos de prata e relógios», cujo valor «ainda não está apurado», indicou.

Após o alerta, o Comando Territorial da GNR empenhou 25 homens de várias valências (trânsito, investigação criminal e territorial) e postos, no sentido de tentar localizar os indivíduos que terão assaltado a ourivesaria.

Apesar das várias diligências efetuadas logo após a ocorrência, de acordo com a GNR, não foi possível encontrar os presumíveis autores do roubo.

O assalto está a ser investigado por elementos do Núcleo de Apoio Técnico da GNR que estiveram no local «para recolha de vestígios» que possam conduzir aos autores, concluiu a fonte.