A Polícia Judiciária (PJ) está a investigar a agressão e roubo a um casal de idosos em Quinta de Cima, nas proximidades da aldeia de Relva, Mêda, os quais necessitaram de receber tratamento hospitalar, informou fonte da GNR, esta terça-feira.

Fonte do Comando Territorial da GNR da Guarda disse à agência Lusa que, cerca das 04:00 de segunda-feira, o casal foi surpreendido na sua residência, por cinco homens, quatro dos quais encapuzados.

Os assaltantes arrombaram a porta da residência e, depois de terem entrado, «amarraram à cama os dois proprietários, com 72 e 63 anos idade, que se encontravam a dormir».

Os suspeitos agrediram a mulher, provocando-lhe hematomas no rosto, e «queimaram as pontas dos dedos das mãos» do homem.

Os idosos tiveram necessidade de receber tratamento hospitalar no Centro de Saúde de Mêda, após o que regressaram a casa.

A fonte indicou que os assaltantes também furtaram 1.500 euros em dinheiro, diversas peças em ouro, cujo valor não está calculado, e uma espingarda de caça.

Elementos do Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento Territorial da GNR de Pinhel iniciaram a investigação, mas o caso passou para a alçada da Polícia Judiciária porque os suspeitos terão utilizado armas de fogo, indicou.