A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu, esta semana, em Ílhavo, distrito de Aveiro, mais de uma tonelada de línguas de bacalhau, provenientes do Reino Unido, devido à falta de higiene no armazenamento.

A Unidade Regional do Centro do ASAE disse hoje, em comunicado, que «a ação de fiscalização, numa indústria de produtos da pesca sedeada no concelho de Ílhavo», resultou «em três processos de contraordenação, tendo sido apreendidos cerca de 1.200 quilogramas de línguas de bacalhau, num valor total de 3.885 euros».

A ASAE revelou ainda que, também nesta semana, no distrito de Coimbra, fiscalizou um estabelecimento de comércio a retalho, tendo apreendido 65 quilogramas de caras de bacalhau, «no valor de cerca de 300 euros, por incumprimento dos requisitos legais de rotulagem».