A GNR apreendeu esta sexta-feira em Valença 27 armas de fogo com «características técnicas de referência e com valor comercial considerável» a um homem de 51 anos de idade, suspeito de violência doméstica.

De acordo com o Comando Territorial da GNR de Viana do Castelo, as armas «encontram-se regularizadas» e foram entregues «voluntariamente» pelo indivíduo natural e residente naquele concelho do Alto Minho.

Segundo aquela força policial, o homem foi constituído arguido e sujeito a termo de identidade e residência.

As 27 armas vão ser entregues no Comando Distrital da PSP de Viana do Castelo.

A operação decorreu esta sexta-feira, cerca das 11:00, no âmbito de um processo de violência doméstica, conduzido pelo Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas.

Entre as armas apreendidas encontram-se 21 espingardas de diversos calibres, duas espingardas «Car Recreio» de calibre nove milímetros (mm), uma espingarda «Car Caça GR» de calibre 45.70 mm, uma espingarda «Car Rec Aper» de calibre 22 mm, uma pistola de recreio calibre 22 mm, e um revólver de calibre 22 mm.