A PSP de Coimbra anunciou a detenção de um homem de 41 anos que tinha na sua residência, em Santa Clara, 18 munições consideradas material de guerra.

A detenção ocorreu no âmbito de «um processo de investigação em que o suspeito está indiciado pelo crime de tráfico de estupefacientes», informa o Comando Distrital de Coimbra da PSP em comunicado que a Lusa cita.

«Na busca efetuada ao domicílio do detido, foram encontradas e apreendidas 18 munições de calibre 9 mm, consideradas material de guerra», adianta a nota.

A detenção do suspeito e a apreensão deste material foram efetuadas na quarta-feira, «na zona de Santa Clara, na margem esquerda do rio Mondego, no cumprimento de um mandado de busca domiciliária», segundo a PSP.

Poucas horas antes, na zona do Loreto, em Coimbra, a PSP deteve um jovem de 20 anos pelos crimes de recetação, tráfico de droga e posse de arma proibida.

No mesmo comunicado, o Comando Distrital refere que a detenção resultou de uma investigação conduzida por elementos desta força policial.

«Após vigilâncias, apurou-se que o mesmo se dedicava ao tráfico a partir da sua residência e na Baixa desta cidade», acrescenta.

Munidos de um mandado judicial, os polícias surpreenderam o suspeito em casa e apreenderam-lhe vários materiais e droga: 12 doses individuais de haxixe, 1.750 euros em notas, três computadores portáteis, uma carabina de ar comprimido, uma caixa com 170 chumbos, uma pistola de calibre 7,65 mm e um telemóvel.

Ainda na tarde de quarta-feira, «no decurso de um patrulhamento apeado», na rua Cidade de Cambridge, agentes da PSP verificaram que havia plantas de liamba, em dois vasos, na varanda de uma casa cujo proprietário «não foi possível identificar».

As duas plantas foram apreendidas e, «após teste de despistagem», a PSP confirmou tratar-se de «cannabis sativa» com um peso total de 128,25 gramas.