A PSP aprendeu na terça-feira mais de 176.000 doses de haxixe na zona da Lagoa de Albufeira, Sesimbra, na sequência de uma investigação com cerca de oito meses de duração, e procedeu à detenção em flagrante delito de quatro homens, com idades compreendidas entre os 21 e os 29 anos, por serem suspeitos do crime de tráfico de produto estupefaciente.

Segundo um comunicado do Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, a divisão de investigação criminal do COMETLIS de Lisboa apreendeu  elevadas quantidades de produto estupefaciente que "eram transportadas do sul de Portugal para Lisboa em viaturas ou reboques com compartimentos “falsos”, cuidadosamente preparados para o efeito, de forma a ocultar o estupefaciente".

"Os detidos eram responsáveis por uma rede de tráfico de produto estupefaciente, altamente organizada, que abastecia toda a cidade de Lisboa e em especial a zona de Alcântara".


No decorrer da intervenção policial foram apreendidas 176.000 doses individuais de haxixe, duas viaturas, dois motociclos, uma moto de água e um reboque utilizado para transportar o estupefaciente.

"Os detidos, já com antecedentes criminais pela prática de ilícitos desta natureza, foram hoje presentes na Instância Central, 1.ª Secção de Instrução Criminal, do Tribunal da Comarca de Lisboa, para 1.º interrogatório judicial tendo-lhes sido aplicado como medida de coação a Prisão Preventiva."