A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu 52.300 litros de vinho a granel, no valor de 24 mil euros, a um produtor da zona Oeste por falta de documentação relativa à origem do produto.

Segundo um comunicado da ASAE, foi instaurado um processo de contraordenação ao produtor, armazenista e embalador “por falta de documentação de suporte quanto à origem/proveniência de vinhos”.

A ASAE justifica a ação com a necessidade de acautelar “a eventual introdução no mercado e sua disponibilização ao consumidor final de produtos vitivinícolas submetidos a práticas enológicas indevidas na sua produção/obtenção, as quais não garantem a sua origem/proveniência”.