A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) divulgou este sábado ter apreendido 26 toneladas de bacalhau e paloco congelados e provenientes da Islândia numa fábrica de Ílhavo sem autorização da Direção Geral de Alimentação e Veterinária.

Através da brigada especializada de fiscalização das indústrias de produtos de origem animal da Unidade Regional do Centro, a ASAE “procedeu a uma ação de fiscalização numa indústria de preparação e transformação de produtos da pesca, localizada no concelho de Ílhavo”, refere comunicado hoje divulgado.

Durante a operação, a ASAE diz ter identificado “a receção de produtos da pesca, designadamente 17.040 quilos de bacalhau e cerca de 8.700 quilos de paloco congelados, provenientes da Islândia, sem ter ocorrido o aviso prévio obrigatório de troca intracomunitária”.

A autoridade indica ainda ter sido “constatado que o local não se encontra devidamente autorizado pela Direção Geral de Alimentação e Veterinária”.

Em resultado da ação de fiscalização foram instaurados dois processos de contraordenação.

As 26 toneladas de peixe apreendido rondam os 42.500 euros.