Na escola secundária artística António Arroio, em Lisboa, pais e professores protestaram contra a falta de docentes.

Há 53 professores de Técnicas Especiais em falta e, por isso, as aulas ainda não começaram e não há sequer previsão de quando possam começar.

Para cumprir o programa letivo, a escola precisa de ter 165 professores.