Todos os 278 concelhos de Portugal continental passam a dispor de uma ambulância do INEM a partir de sexta-feira, após a assinatura de 17 protocolos que se realizará nesse dia na Golegã.

Segundo informação do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), a assinatura de 17 protocolos para constituição de novos Postos de Emergência Médica (PEM) vai realizar-se no quartel dos Bombeiros Voluntários da Golegã, numa cerimónia presidida pelo ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes.

Num esforço conjunto entre o INEM e os corpos de bombeiros, estas novas Ambulâncias vão permitir uma cobertura de 100% do território continental e, consequentemente, uma resposta adequada aos pedidos de socorro recebidos pelo INEM”, lê-se no comunicado do instituto.

Estas ambulâncias de socorro destinam-se à estabilização e transporte de doentes que necessitem de assistência durante o transporte até às unidades de saúde.

Para a concretização da rede de ambulâncias PEM, o INEM vai investir 850 mil euros para subsidiar a aquisição e o equipamento das ambulâncias, a que se juntam cerca de 500 mil euros anuais para funcionamento destes 17 postos.

O INEM vai ainda pagar “um prémio de saída aos corpos de bombeiros por cada vez que estas ambulâncias forem acionadas para acudir a situações de emergência médica”.