Mais de seis toneladas de lixo, entre frigoríficos, bicicletas, motores ou plásticos, foram recolhidas na iniciativa ambiental «Limpar a Ria», realizada em cinco locais da Ria Formosa, informou hoje a Câmara Municipal de Faro.

Miguel Pelica, da Câmara de Faro, considerou «positivo» o balanço da iniciativa realizada na semana passada, porque «além do lixo retirado da ria», teve também as mais-valias «da participação de alunos das escolas como voluntários e da educação ambiental», realizada no âmbito programa Bandeira Azul.

«Nas várias ações realizadas na Ria Formosa, foi retirado um total de 6.080 quilogramas de lixo e foram realizadas ações na [ilha da] Culatra, na praia de Faro, na [ilha] Deserta, na Barrinha e nos ilhotes e na ilha do Farol», afirmou Miguel Pelica.

A mesma fonte contou que os «750 voluntários que participaram na ação» encontraram «todo o tipo de lixo, como frigoríficos domésticos, outros de embarcações, bicicletas velhas, motores e muitos plásticos que vão flutuando e o mar deposita nas zonas dos ilhotes».

A iniciativa vai na nona edição e é já, segundo Miguel Pelica, uma das principais ações de educação ambiental organizadas pela Câmara de Faro.

Miguel Pelica frisou que este trabalho «só é possível com a colaboração de parceiros públicos e privados, nomeadamente as empresas marítimo-turísticas que operam na ria e que dão uma grande colaboração no transporte marítimo para os diferentes pontos da ria».

Do número total de 750 voluntários, participaram «cerca de 200 crianças das escolas do concelho», frisou.