A precariedade das condições de trabalho está a dificultar o recrutamento de nadadores-salvadores em Albufeira, onde a época balnear tem início na sexta-feira, disse hoje à Lusa o responsável de uma associação do setor.

Apesar de arrancar oficialmente na maioria das praias algarvias a 01 de junho, nas 25 praias do concelho de Albufeira a temporada de verão decorre entre sexta-feira e 18 de outubro, fazendo deste o município com a época balnear oficial mais longa do Algarve, com um total de cinco meses.

Em declarações à agência Lusa, o gestor da Associação de Nadadores-Salvadores de Albufeira (ANSA) admitiu estar com dificuldades "em ter o dispositivo completo e operacional para começar no dia 15", uma vez que há muitos pedidos de nadadores-salvadores, mas este ano registou-se uma redução de alunos para a formação e reciclagem.

De acordo com Pedro Raimundo, entre as causas apontadas para esta situação, que se estende a outras zonas do Algarve e do país, estão as propostas de contrato de trabalho por períodos inferiores a seis meses, a falta de garantias e ofertas salariais baixas.

“Estamos com muita dificuldade”, porque a maior parte dos candidatos “são estudantes e só acabam as aulas em junho e depois em setembro, outubro já têm aulas, quando ainda se está na época balnear”, referiu, sublinhando que a situação “é muito problemática", e várias vezes têm sido surfistas ou outras pessoas a ajudar quem está em dificuldades no mar.

Questionado pela Lusa, o vice-presidente da Câmara de Albufeira, José Carlos Rolo, disse ter indicações de que todos os esforços estão a ser feitos para que as praias estejam prontas para a época balnear e que não foi informado sobre uma falta preocupante de nadadores-salvadores.

O concelho de Albufeira abre oficialmente a época balnear esta sexta-feira, com uma cerimónia que inclui uma exposição e demonstração de meios de salvamento da Autoridade Marítima, da ANSA e de limpeza de praias do município, assim como uma simulação de salvamento na praia e na Praça dos Pescadores.

Fora do período da época balnear, a legislação em vigor permite que os concessionários abram os seus estabelecimentos e aluguem chapéus de sol sem que seja obrigatória a presença de nadadores-salvadores.