A GNR apreendeu mais de dois milhões de cigarros em Alcochete, no distrito de Setúbal, numa operação realizada na sequência de dois furtos de tabaco, tendo sido identificadas cinco pessoas.

Na sequência de dois furtos de tabaco, avaliado em mais de três milhões de euros, efetuado em dois espaços com estatuto aduaneiro, em Setúbal e no Montijo, foi realizada uma investigação que culminou na deteção do tabaco num armazém em Alcochete", refere a GNR, em comunicado divulgado esta quarta-feira.

Numa busca realizada ao armazém foram apreendidos mais de dois milhões de cigarros de várias marcas. Também lá estavam mais de 22 mil caixas de cartão ostentando marcas de tabaco, com capacidade para acondicionar mais de 225 milhões de cigarros.

A prestação tributária em falta é superior a 36 milhões de euros, sendo que 28 milhões são relativos ao Imposto Especial de Consumo sobre o tabaco, e mais de 8 milhões ao IVA", salienta a GNR.

Durante a operação, efetuada pelo Comando Territorial de Setúbal, em conjunto com a Unidade de Ação Fiscal, foram identificadas cinco pessoas, continuando em curso diligências de investigação.