Um militar da GNR foi detido por colegas, no Algarve, por conduzir sem carta de condução. O militar de 25 anos já foi ouvido, na quinta-feira à tarde, no Tribunal de Albufeira, e corre o risco de ser expulso da corporação.

O militar foi apanhado numa operação de fiscalização de trânsito, em Albufeira. Os colegas não lhe perdoaram a infração e alegam mesmo que devia dar o exemplo, por integrar uma força de segurança.

«Foi tratado como qualquer um dos cidadãos apanhados sem carta», garantiu fonte oficial da GNR, citada pelo «Correio da Manhã», que avança a notícia.

O militar estava colocado no Algarve a fazer reforço de segurança no verão. Tinha acabado este ano a formação na GNR. Além do processo judicial, vai ser alvo de um processo disciplinar dentro da corporação.