Forças da Proteção Civil encerraram um troço de aproximadamente 100 metros da marginal ao longo da Praia do Furadouro, em Ovar, para prevenir riscos devido à elevada agitação marítima.

"Não houve registo de qualquer ocorrência, mas como esteve um dia de sol muito agradável e havia muita gente na praia, decidiu-se encerrar uma parte da rua para evitar a circulação automóvel nesse local", declarou à Lusa o comandante dos Bombeiros Voluntários de Ovar, João Mesquita.

E acrescentou: "houve realmente ondas muito altas a galgar a praia e algumas chegaram à rua, mas a situação verificou-se um pouco por todo o país e só estivemos mais atentos porque a tendência das pessoas nestes dias, ao contrário do que devia acontecer, é a de se chegarem mais perto para ver o mar".

Ainda segundo o comandante da corporação, a "maioria dos bares [de praia] ainda está fechada nesta altura" e não houve problemas a registar nessas estruturas.

"Quando muito, um ou outro teve que guardar algum material que tivesse no exterior, mas não aconteceu nada de excecional", garante.

João Mesquita informou ainda que as autoridades irão manter-se atentas ao evoluir das condições meteorológicas, sendo que os cerca de 100 metros de marginal encerrados por volta das 17:00 deverão reabrir ao trânsito "ainda hoje".