O aeroporto de Lisboa esteve encerrado, cerca das 20:00 e por 34 minutos, tendo alguns voos sido desviados para Faro e Porto, disse à Lusa o porta-voz da ANA-Aeroportos de Portugal, Rui Oliveira.

As operações estiveram encerradas durante 34 minutos e alguns voos foram divergidos para Faro e para o Porto", afirmou.

Ao final da noite, a PSP confirmou a detençã de quatro homens, por violação das regras de segurança, ao terem tentado fugir ao controlo de passaportes e entrado "numa zona restrita".

Segundo o comissário Hugo Abreu, porta-voz da PSP, o incidente ocorreu às 19:50 e envolveu quatro homens, cuja nacionalidade não foi divulgada.

A PSP, hoje (sábado) às 19:50 deteve quatro cidadãos na zona de desembarque que se colocaram em fuga por uma porta de serviço para uma zona restrita da pista", disse o responsável.

Um dos detidos teve de receber assistência médica devido aos ferimentos ligeiros que apresentava.

"A PSP e outras entidades vão investigar as motivações" dos quatro homens, os quais serão apresentados na segunda-feira ao tribunal.

De acordo com um passageiro de um dos voos desviados para o Porto, o comandante comunicou aos passageiros que não ia aterrar em Lisboa "por se encontrarem na pista pessoas não-identificadas que obrigaram a suspender o movimento dos aviões". Depois de abastecer e já no regresso a Lisboa, o comandante voltou a transmitir a mesma informação aos passageiros.

A ANA não confirma a informação dada pelo piloto e o Comando Metropolitano da Polícia de Segurança Pública disse à Lusa "não haver qualquer ocorrência digna de registo".